As Nossas Receitas

Boticas é o município do país com menor desperdício de Água.

Carvalhelhos, Águas Carvalhelhos, Água Mineral Natural, Água Mineral Natural Gaseificada, Senhora das Águas, Noticias

Segundo dados disponibilizados pela Entidade Reguladora para os Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) e analisados pelo jornal PÚBLICO, a propósito do Dia Mundial da Água, que se assinalou no dia 22 de Março, Boticas é o Município português que apresenta a menor percentagem de desperdício de água, sendo que apenas 2% da água injectada na rede de abastecimento municipal é perdida em fugas ou rupturas.

Uma percentagem bastante reduzida quando comparada com a média nacional de desperdício de água, cifrada em 19%. Contudo, esta média nacional encobre grandes disparidades, já que o mesmo estudo permitiu concluir que dois terços dos concelhos de Portugal continental têm perdas superiores. Em cerca de uma centena, são desperdiçados mais de 30% da água. Em 45, a taxa ultrapassa os 40% e há cinco municípios onde as perdas atingem valores superiores a 50%, chegando mesmo aos 70%.

Tudo somado, em termos nacionais são cerca de 155 milhões de metros cúbicos de água das redes de abastecimento que não chegam às torneiras, o que equivale a 426 milhões de litros de água desperdiçados por dia.

As conclusões deste estudo deixam “extremamente satisfeito” o presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Queiroga, que encara estes resultados como “naturais e demonstrativos das preocupações que temos na gestão e manutenção do sistema público de abastecimento de água, bem como com o rigoroso controlo do desperdício, tendo a consciência de que a água é, efectivamente, um bem precioso. E, esta satisfação é redobrada se juntarmos ao facto de sermos o Município do País com a percentagem mais reduzida de desperdício, aquele que, também segundo dados da ERSAR, tem a água com mais qualidade do distrito, com uma percentagem de “água segura” muito próxima dos 100% e um cumprimento dos valores paramétricos, tanto bacteriológicos como microbiológicos e químicos, de 99,49%.